PESCADORES DEBATEM SAÚDE E QUALIDADE DE TRABALHO

Em monitoramento, Noticias por Observatório AraruamaDeixe um Comentário

Observatório organiza conversa entre pescadores e coordenador de vigilância sanitária

 

Em consequência de algumas demandas relatadas pelos pescadores, participantes do Projeto Observação, foi realizado no dia 06 de junho, na sede do Observatório, uma reunião com Charles Barbosa, coordenador da vigilância ambiental. Os Pescadores relataram que tem encontrado pescado com tumores e problemas na pele, até mesmo se desfazendo e com odor ruim mesmo estando vivos. Além desses problemas que os peixes estão apresentando, alguns pescadores relataram também a presença de feridas na pele. Esses problemas colocados por eles podem estar ligados à poluição da Laguna.

Nesse sentido o Observatório Araruama tomou a iniciativa de mediar uma reunião entre os Pescadores e o setor da saúde, representado por Charles. Este explicou que seu setor poderia ajudar com a questão da doença dermatológica, com atendimento de um médico dermatologista da rede. Em relação à demanda dos problemas dos pescados não estava ao alcance de sua atuação, mas se comprometeu em encaminhar essa questão para a FIPERJ, instituição responsável em promover, através de políticas públicas, o desenvolvimento sustentável da agricultura e da pesca fluminenses.

Durante a reunião IMG_6326os Pescadores ainda colocaram a necessidade de existir um ponto fixo nos locais onde os mesmos pescavam para melhorar sua condição de trabalho. A representante da Secretaria de Meio Ambiente, Cristiane, informou que essa demanda teria que ser encaminhada para o INEA, pois esse setor é o responsável pelo licenciamento desse tipo de construção. Os pescadores colocaram que o contato com esse setor é muito complicado e com isso fica difícil fazer o pedido.

Assim, Charles e o Observatório ficaram de mediar uma IMG_6306reunião entre o INEA e os Pescadores para que eles possam discutir sobre essa questão. Outro problema colocado por eles foi a situação dos resíduos provenientes dos pescados. Os Pescadores faziam a separação mas não havia uma coleta dos mesmos, então muitos pararam de separar esses resíduos. Esse serviço de coleta de resíduos é prestado pela Secretaria de Meio Ambiente e Cristiane ficou de encaminhar o pedido para o seu setor.

A reunião foi finalizada com várias demandas dos Pescadores sendo encaminhadas para os setores responsáveis esperando que as mesmas sejam solucionadas.