Construção do Plano de Monitoramento dos OBA’s

Em monitoramento, Noticias by peacpDeixe um Comentário

O nivelamento dos grupos ocorreu na Ação Formativa em Monitoramento e Avaliação, no Vilarejo Praia Hotel, em Rio das Ostras. Agora é hora de trabalhar o tema escolhido de cada Observatório. O docente Marcos Ortiz e a equipe técnica da SOMA estiveram reunidos com os integrantes dos OBA’s de cada município para a construção do Plano de Monitoramento do tema.

Nesses encontros, Marcos retoma as perguntas geradoras e os indicadores do Plano de Monitoramento, esclarece esses pontos com o grupo e, juntos, começam a construir os meios de verificação do monitoramento do tema.

Imagem

Foram tratados nesses encontros:

  • Etapas e metodologias participativas de monitoramento;
  • Detalhamento do contexto municipal relacionado ao tema priorizado;
  • Pesquisas com dados secundários;
  • Ferramentas de DRP (Diagnóstico Rápido Participativo);
  • Aprofundamento na relação entre o tema e os impactos da cadeia produtiva do petróleo;
  • A construção da linha de base de indicadores selecionados para o tema priorizado.

Marcos ressaltou sobre a importância do equilíbrio entre os vértices da triangulação: equipe, foco e meios de verificação no trabalho de monitoramento para que o resultado da pesquisa seja menos tendencioso e menos unilateral, tornando, assim, a pesquisa mais rica e com mais credibilidade.

Como ferramentas participativas foram apresentas diversas opções aos grupos, dentre elas:

  • Árvore de problemas;
  • Calendário Sazonal;
  • Diagrama de Venn;
  • Fluxograma de trabalho e Renda;
  • Mapa de mobilidade;
  • Mapeamento participativo;
  • Matriz da cadeia de produção (trabalho X renda);
  • Matriz de Avaliação;
  • Matriz de conflito;
  • Me agrade/me incomoda;
  • Modelo sistêmico;
  • maps.mootiro.org (mapeamento colaborativo);
  • Questionário visualizado;
  • Realidade e desejo;
  • Relógio de rotina (baseado na maré);
  • Rotina diária;
  • Tipos sociais;

Imagem

Estas ferramentas deverão ser replicadas ao longo do tempo, com o intuito de gerar dados para o monitoramento. Foi ainda recomendado que os integrantes dos OBA’s começassem com uma ferramenta e no momento em que estiverem dominando a aplicação, passem a agregar outras. Ao final, um arsenal de informações deverão ser recolhidas, tratadas e analisadas.

“Informação é uma forma de poder e a partir do momento que o Observatório organiza isso, pode ser um grande motor de mudança. Interessante e inteligente a alteração no tema.” – declara Marcos Ortiz.

Também foi exibido aos grupos como forma de estímulo e reflexão o vídeo: Você ousa sonhar? (http://www.youtube.com/watch?v=MWk6mnnPc04)

SAMSUNG CAMERA PICTURES


Deprecated: Directive 'allow_url_include' is deprecated in Unknown on line 0