SEMANA DE MEIO AMBIENTE SEM PRESENÇA DE PESCADORES ARTESANAIS

Em Noticias por Observatório NiteróiDeixe um Comentário

Observatório de Niterói participa da semana do meio ambiente na cidade

O Observatório de Niterói sentiu falta de uma discussão mais voltada para a Educação Ambiental Crítica, com uma postura mais dialógica com as populações mais impactadas, mais problematizadora e comprometida com as transformações estruturais da sociedade. No seminário, observou-se uma maior presença da Educação Ambiental Normativa, fortemente centrada na mudança de comportamentos e atitudes individuais, em relação ao meio ambiente e aos recursos naturais.

A Secretária de Meio Ambiente, Recursos Hídricos de Niterói e Sustentabilidade (SMARHS) e algumas instituições parceiras realizaram diversas atividades voltadas para o meio ambiente, entre os dias 05 e 10 de junho.  O Observatório de Niterói participou do Seminário promovido pela SMARHS, no dia 5 de junho, realizado no Memorial Roberto Silveira, das seguintes atividades: Pesca Fantasma: O que é, causas, consequências e  soluções – Luciana Fuzetti – Analista de Recursos Pesqueiros-FIPERJ; Impacto do lixo na fauna marinha – Como inspirar comunidades nesse combate? – Andrea Soffiati Grael – Médica Veterinária; Projeto Uçá – Uma contribuição para a Sociobiodiversidade da Baía de Guanabara – Pedro Belga- Coordenador Nacional Projeto Uçá.

Na ocasião, foram explanados pelos conferencistas problemas gerados pela poluição plástica na Baía de Guanabara, todavia não houve uma participação dos principais sujeitos impactados pela degradação ambiental neste meio, os pescadores artesanais e outras populações tradicionais que vivem intensamente esses impactos.

No dia cinco de junho é comemorado o Dia do Mundial do Meio Ambiente,  data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), na primeira das conferências sobre o ambiente humano, em Estocolmo no ano 1972. Com o objetivo de chamar atenção para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.  Nesse ano de 2018 o tema proposto pela ONU é sobre o plástico nos oceanos.