PESCADORES ARTESANAIS QUEREM SOLUÇÕES PARA DESPOLUIR LAGUNA

Em informe, Noticias por Observatório AraruamaDeixe um Comentário

Pescadores participam da Audiência Pública, na ALERJ, que pretende mapear problemas e apontar soluções sobre a poluição da laguna

No dia 22 de novembro, pescadores artesanais da laguna de Araruama participaram de uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), com o objetivo de reivindicar soluções para o problema da poluição da laguna de Araruama. Essa poluição está causando grandes problemas não só na parte financeira, mas também na saúde do pescador que relataram, em diagnósticos realizados pelo Observação, casos de pescadores com micose na pele que, possivelmente, estariam associados à poluição da laguna.

A mesa da audiência foi composta pelos deputados estaduais Figueiredo, Silas Bento, Jânio Mendes e Marcia Jeovani, o representante do Ministério Público, os representantes das concessionárias Águas de Juturnaíba e Prolagos, responsáveis pelo saneamento e pelo tratamento de esgoto dos municípios do entorno da laguna de Araruama, além de representantes da sociedade civil, como os PEAs Observação, NEA-BC e Pescarte, que acompanharam os pescadores artesanais na audiência.

Os pescadores conseguiram com muita dificuldade um espaço para relatar os impactos provocados pela poluição na atividade pesqueira para a comissão. O pescador Alpheu Ferreira, diretor do PEA Observação, afirmou que alguns peixes têm apresentado degenerações nos tecidos, devido a poluição da laguna, provocando uma queda na produção e na venda do pescado. A fim de reforçar a sua fala, o pescador também mostrou o peixe nas condições relatadas para a plenária que se espantaram com a situação do peixe da laguna.

Em entrevista para a TV ALERJ o pescador Alpheu Ferreira colocou que já foi possível pescar 100 kg de peixes por dia na laguna, mas hoje os pescadores não conseguem mais de 20 kg. “O impacto ambiental, a poluição está grande e com isso tem trago problemas para os pescadores. ”