PESCADORES ARTESANAIS PARTICIPAM DO DIA D DO AMBIENTE

Em Noticias por Observatório Cabo FrioDeixe um Comentário

Pescadores, Quilombolas e Sociedade Civil se mobilizaram para sensibilização da sociedade em prol do fortalecimento do Licenciamento Ambiental

A importância do fortalecimento do Licenciamento Ambiental Federal reuniu, no último dia 10,  em 13 municípios do Estado do Rio de Janeiro pertencentes a Bacia de Campos, sujeitos prioritários, sociedade civil e projetos ambientais buscando sensibilizar a população da importância do fortalecimento do licenciamento ambiental e da manutenção do IBAMA, órgão público responsável pela gestão ambiental, que vem sendo desestruturado.

A sensibilização da população sobre o processo de desestruturação da coordenadoria responsável pelo licenciamento de petróleo e gás reuniu grupos prioritários, sociedade civil e projetos ambientais que apresentaram a importância da participação social popular na gestão ambiental pública.

Pescadores artesanais de nove municípios foram mobilizados para ação contra o fim do licenciamento ambiental federal

A desestruturação  dessa coordenadoria e o enfraquecimento do licenciamento ambiental  pode ocasionar prejuízos aos sujeitos mais vulneráveis  e à sociedade como um todo. Como por exemplo os pescadores, grupo vulnerável na atividade de exploração de petróleo e gás, que sofrem impactos diretos na mudança de vida, perdendo acesso a sua atividade tradicional, o que altera diretamente a dinâmica da economia local.

 

 

 

 

 

 

Assine você também

O movimento também teve o objetivo de recolhimento de assinatura para o abaixo assinado “CONTRA A DESESTRUTURAÇÃO DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL: PELA DEFESA DA GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA”.

Para mais informações acesse à página Todos Pelo Ambiente