PESCADORES ARTESANAIS SE REÚNEM COM GESTORES PÚBLICOS

Em Noticias por Observatório AraruamaDeixe um Comentário

Articulação entre  grupo tradicional de Araruama e secretários municipais resulta em propostas de melhorias 

No dia 12 de janeiro,  aconteceu uma reunião de articulação entre pescadores artesanais  com o subsecretário municipal de Ambiente Izaías Pereira de Andrade e o secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca Cláudio Leão Barreto.  Neste encontro  foram debatidos os impactos ambientais na Lagoa de Araruama e seus efeitos na atividade tradicional da pesca artesanal, tema apresentado curta documental “Destino: Araruama”, produzido pelos pescadores através do monitoramento da cadeia produtiva do petróleo realizada pelo Observatório Araruama.

Também esteve presente  a FIPERJ (Fundação Instituto de pesca do Estado do Rio de Janeiro), órgão responsável pela oficialização dos dados de produção do Rio de Janeiro junto ao Ministério da Pesca e Agricultura, que mostrou um grande interesse de parceria com o Observatório na realização de políticas públicas  que beneficiem a pesca artesanal. Durante a reunião foram discutidos a perda do espaço de pesca e o incentivo ao trabalho dos pescadores artesanais, todas essas reivindicações foram colocadas pelos pescadores  no curta documental, que é produzido anualmente.

Pescadores artesanais apresentam propostas ao município para fortalecer atividade profissional

Ações propostas fortalecem grupo tradicional  

Os secretários municipais irão se comprometer com algumas dessas demandas  nessa gestão, incluindo  aproveitamento do pescado na merenda escolar municipal,  que o secretário Claudio Leão se comprometeu  disponibilizar os documentos para que os pescadores cumpram os requisitos necessários para realizar esse tipo de convênio. O município já obteve o selo S.I.M (Serviço de Inspeção municipal) que é responsável pela inspeção e fiscalização do manuseio de produtos de origem animal.

Secretarias municipais debatem melhorias para a pesca artesanal

Outra demanda mencionada pelos pescadores é necessidade da construção de um píer nos pontos de pesca para melhorar a qualidade do ambiente de trabalho. O subsecretário de pesca Isaías de Andrade  afirmou que este projeto está em andamento na secretaria de obras e em seguida será encaminhado para o INEA (Instituto brasileiro do meio ambiente) para análise e aprovação da construção.

No decorrer da reunião muitos pescadores artesanais  relataram as dificuldades de sobreviver através desta atividade tradicional, principalmente quando há um abandono dessa atividade econômica pelo poder público, e cobrou uma aproximação a fim de conquistar melhores condições para os pescadores da região.