PESCADOR ARTESANAL REALIZA AÇÃO SEM INFRAESTRUTURA

Em informe, Noticias por Observatório AraruamaDeixe um Comentário

Poder público não disponibiliza estrutura para tradicional evento da atividade pesqueira em Araruama

Em comemoração à semana santa, pescadores artesanais se concentram para oferecer seus pescados como perumbeba, carapeba, tainha e corvina, espécies nativas da Laguna de Araruama. O evento contou com a parceria da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e pesca e da colônia Z-28 e ocorreu nos cinco pontos de venda de pesca: Pontinha do Centro, Iguabinha, Bananeira, Ponte dos Leites e Areal durante a semana do dia 11 até 15 abril.

 

Pescador utiliza bancada improvisada para vender peixe

No ano de 2016, quando o poder público disponibilizou para os pescadores artesanais uma estrutura adequada, ocorreu o primeiro “Feirão do Peixe”, evento com estrutura como tendas, banheiros químicos e demais atividades e serviços. Porém, no evento deste ano foi disponibilizado apenas um avental para os pescadores.

Os pescadores artesanais relatam a dificuldade na venda de seus pescados devido à falta de estrutura nesses pontos de venda. Os pescadores reivindicam ao poder público uma tenda para proteção do sol, um banheiro químico, água potável para a lavagem do pescado e bancadas para a limpeza dos peixes. Segundo os trabalhadores, essa é a melhor alternativa para a qualidade no trabalho.

Além da falta de estrutura os pescadores artesanais entrevistados, apontam o lançamento de esgoto na laguna como principal causa de problemas da qualidade da água acarretando prejuízos no desenvolvimento das atividades pesqueira.