ASSOREAMENTO AFETA PESCA EM BARRA DO ITABAPOANA

Em monitoramento, Noticias por Observatório São Francisco do ItabapoanaDeixe um Comentário

Com o assoreamento da Boca da Barra a pesca em Barra do Itabapoana está ameaçada.

Em uma reunião realizada com os pescadores foi levantada a demanda sobre o assoreamento da Boca da Barra, que está afetando o trabalho de pesca no local.

Canal da Boca da Barra

Canal da Boca da Barra

O Projeto de Educação Ambiental (PEA) Observação São Francisco esteve na Boca da Barra no dia 31 de março, onde foi constatado vários barcos encalhados por conta do pouco volume de água.

Pescador sugere uma solução

Segundo o pescador Alberto Moreira de Souza, que exerce a profissão a mais de 40 anos, isso é um fenômeno da natureza e, na sua opinião, deverá ser feito um espigão já que só a  dragagem não resolverá  o problema.

As dificuldades são muitas, os barcos estão descarregando o pescado em Piúma e outras localidades próximas no estado do Espírito Santo.

O assoreamento acontece porque o vento nordeste faz com que a areia chegue e se acumule até a Boca da Barra formando um banco de areia e dificultando a entrada e saída das embarcações, causando prejuízo a todos.

A partir de então o PEA Observação de São Francisco de Itabapoana está pesquisando as causas para ver se tem alguma relação com o impacto da cadeia produtiva de petróleo e encaminhar junto com os pescadores a solicitação ao poder público da solução do problema.

Integrantes do Observação no meio da Boca da Barra

Integrantes do Observação no meio da Boca da Barra